Plástica Tocantins Plástica São Paulo Plástica Paraná Plástica Pará Plástica Maranhão Plástica Mato Grosso do Sul Plástica Bahia Plástica Alagoas Plástica Acre Plástica Espirito Santo Plástica Piauí Plástica Mato Grosso Plástica Ceará Plástica Minas Portal Plástica Sergipe Portal Plástica Pernambuco Portal Plástica Rio Plástica Santa Catarina Plástica Rondônia Plástica Paraiba Plástica Rio Grande do Sul Plástica Amazonas Plástica Amapá Plástica Rio Grande do Norte Portal Plástica Goiás Plástica Roraima Plástica Brasília
Mande sua mensagem ou pergunta para Dr. Leonardo Freitas .
Nome:
E-mail:
Celular: ( )
Cidade:
Mensagem:
Quero receber notificações por
E-mail ou Celular

 

Dr. Leonardo Freitas

Nome completo: LEONARDO FONSECA LIMA PINHEIRO DE FREITAS
Especialização: Cirurgião Plástico
CRM- RJ : 704431
RQE: 17144

MAMA - MAMOPLASTIA DE REDUÇÃO

Mamas muito grandes geralmente causam dor nas costas e pescoço, além de marcar os sutiãs e irritação por causa das alças nos ombros. Pode haver alteração do sono e comprometer certas atividades, assim como maior chance de desenvolvimento de lesões, como irritações cutâneas e infecções por cândida ou outros fungos nas dobras abaixo das mamas. Felizmente, a cirurgia conhecida como mamoplastia de redução ou simplesmente mamoplastia redutora, proporciona bons resultados com melhora e alivio a todos estes problemas. A redução remove tecido mamário em excesso proporcionando aparência mais saudável e tamanho mais confortável, dando nova forma às mamas, tornando-as mais firmes e elevadas, em posição mais jovem. Outro beneficio é a simetria entre mamas eventualmente desiguais.

3D Animation

Variações de técnica cirúrgica

As técnicas de redução variam dependendo do tamanho e forma das mamas, quantidade de tecido removido, e outro fatores como cicatriz ou necessidade de aleitamento futuro. Os procedimentos habituais incluem incisão em T invertido, incisão vertical, enxerto livre de mamilo, e lipoaspiração. O T invertido, ou técnica em âncora, prolonga-se ao redor do topo da aréola, para baixo e em direção lateral e central ao longo da curvatura natural da mama. A técnica de incisão vertical se estende ao redor do topo da aréola com incisão em forma de V para baixo em direção a linha média. A técnica de enxerto livre de mamilo remove o mamilo e a aréola da mama após remoção de tecido. A lipoaspiração também pode ser usada isoladamente ou em associação a outras técnicas para remover o excesso de gordura das mamas em algumas mulheres. A animação mostra a técnica mais comum de T invertido, onde o mamilo e a aréola permanecem, sendo movidos para cima, assumindo nova posição após remoção de excesso de tecido mamário. O cirurgião pode utilizar outras técnicas dependendo de cada situação.

Variações de técnica cirúrgica-.

Incisões e remoção de tecido

Na primeira consulta o médico determina o tamanho e a forma da mama, delineando e marcando as opções cirúrgicas, a posição do mamilo que você deseja, planejando o procedimento. No dia do procedimento, você será anestesiado e dormirá durante todo o procedimento. As incisões são feitas ao longo das linhas demarcadas anteriormente e o excesso de pele é removido. A seguir, porções de tecido glandular e gordura são removidas esculpindo-se para reduzir o tamanho e elevar as mamas. Suturas internas dissolvíveis são utilizadas para ajudar a manter a forma da mama e reduzir a tensão na pele durante o processo de cicatrização.

Incisões e remoção de tecido-.

Reestruturação das mamas

Mamilos e aréolas mantêm o aporte sanguíneo e nervoso e são elevados à nova posição mais jovem. A seguir, as áreas abaixo das aréolas são unidas e fechadas com suturas dando às mamas nova forma, agora menores, mais leves e firmes. Pode ser colocado um pequeno dreno cirúrgico em cada mama permitindo a drenagem de líquido à medida que ocorre a cicatrização. Aplicam-se curativos, e utilizam-se bandagens elásticas, roupas compressivas ou sutiãs cirúrgicos, que auxiliam a manter a forma durante a cicatrização. A mamoplastia redutora geralmente dura de 2 a 5 horas.

Reestruturação das mamas-.

Recuperação e resultados

Edema e alteração de coloração são comuns após procedimento e desaparecem com o passar dos dias. A dor desaparece rapidamente e pode ser controlada como analgésicos comuns. Os drenos cirúrgicos são removidos após um ou dois dias, e as bandagens também. As suturas externas são removidas após uma ou duas semanas, e novamente há indicação de utilização de roupas compressivas e evitar dormir de barriga para baixo, evitar grandes esforços ou levantar pesos por um mês ou mais. A cicatriz ao longo da linha média e dobra mamária é esperada e normal, o médico se encarrega de esconder as suturas para que as cicatrizes não se tornem aparentes ou sejam as mais discretas possíveis. Embora as cicatrizes sejam avermelhadas e grandes no inicio, elas vão desaparecendo e se tornando mais finas e discretas, levemente descoloradas sendo facilmente escondidas abaixo de tops ou biquínis. As pacientes geralmente ficam bem satisfeitas com a redução do peso corporal, mais livres para se envolver em atividades físicas, e com uma nova aparência, menor e mais jovem das mamas.

Recuperação e resultados-.

 
Cirurgia Plástica é Com Cirurgião Plástico
Pesquisa Google
 

Cadastre-se | Cirurgiões Plásticos | Vídeos | Fotos | Notícias & Matérias | Cirurgias Plásticas | Quem Somos | Contatos

Acesse Também: BA - GO - PE - SE


Movimento Nacional de Valorização da Cirurgia Plástica